A Princesa e a Bruxa

– Que bonito seu desenho! Quem é essa princesa?

– É você! – respondeu com um sorriso largo a menininha meiga à minha frente – Agora eu vou colorir!

E sem vacilar, sem olhar para o lado, imbuída de sua missão com grande firmeza, escolheu as cores numa convicção inabalável: pintou a grama de verde, o vestido de rosa, o sol e a coroa de amarelo, as nuvens de azul, o cabelo de vermelho e… Opa! franziu a testa, ergueu a cabeça com uma contradição estampada no rosto e fitou meus cabelos como se estivesse tentando calçar mentalmente um elefante com o sapatinho de cristal da Cinderela. Depois de alguns segundos de tensa observação, deu de ombros, abaixou novamente a cabeça e continuou a colorir com a mesma convicção anterior, como se dissesse: “é, não tem jeito, vai ter que ser assim mesmo”.

Princesas são tradicionalmente loiras (vide Irmãos Grimm, Perrault, Basile, Andersen, etc). Mas não é a mudança, agora muito constante, na cor dos meus cabelos que anuncia que não me cabe mais esse papel, papel que já gostei tanto de interpretar. A vida é assim, uma hora a gente perde a coroa pra pegar o caldeirão. Só lamento ainda não ter uma herdeira dos meus cabelos dourados de outrora pra ocupar meu antigo trono do mundo das fadas.

Anúncios

6 Respostas para “A Princesa e a Bruxa

  1. mas o sol é verde ^_^

    que desenho lindo!

  2. Esse não é o desenho que a menina fez, é um desenho que eu peguei na internet só pro post ficar mais bonitinho! O da menininha era lindo tb!

  3. Na verdade, se formos consultar o maior referencial de princesas (não que eu entenda de princesas) a Disney, sua informação é equivocada.
    Cinderela e Bela Adormecida são loiras, contra Branca de Neve, Bela, Jasmin, e uma afro-descendente que não me recordo. Ah! Temos também a Ariel, que é ruiva. Então, estatisticamente, vc tem 14.28% de ser princesa.

  4. É, eu falei da imagem tradicional de princesa mesmo. A Disney, como é contemporânea e tem como público crianças do mundo inteiro, diversificou bastante essa imagem nos últimos anos, começando pela Ariel no final da década de 80. A sereinha no conto tradicional de Andersen era loira, assim como a princesa do sapo descrita pelos irmãos Grimm, que no filme da Disney é negra. Acho que desses contos tradicionais só me lembro da Branca de Neve com seus cabelos cor de ébano como exceção à loirice mesmo, o que não é de se estranhar, já que foram contos escritos por europeus e para europeus e blá blá blá. Mas isso tudo foi só uma desculpa pra eu escrever um texto dizendo que to ficando velha. rs

  5. É.. eu acho que esse papo de princesa não é mesmo minha area! rsrsrsrs

  6. hahahah!
    Mas isso é muito bom! Suas crises da meia idade vão envolver filhos de amigos lendo revista de super-herói!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s